Trabalhador que morreu soterrado em obra na Capital não usava equipamento; empresa nega

9 jan 2019

A perícia constatou, no início da tarde desta terça-feira (8), que o trabalhador que morreu em uma obra no bairro do Bessa, em João Pessoa, foi soterrado e estava sem equipamentos de segurança suficientes. A informação foi dada pelo delegado responsável pelas investigações, Luiz Gonzaga Pereira Júnior. A empresa emitiu uma nota desmentindo a versão da Polícia e reafirmou que o funcionário estava com equipamentos.

“Foi uma morte violenta. Fui no local junto com a perícia, quando foi constatado que o rapaz foi soterrado e estava em uma vala com 2 metros e 40 centímetros de profundidade”, informou.

Ainda segundo o delegado, a empresa responsável pelas obras é terceirizada e prestará esclarecimentos ainda na tarde desta terça (8).

Nota da empresa

Lamentamos muito o acidente ocorrido hoje pela manhã, nas dependências da nossa obra, quando veio a falecer um funcionário da construtora contratada para realização das obras. Ressaltamos que o funcionário estava devidamente registrado, obedecendo à legislação, bem como utilizando equipamentos de proteção individual de trabalho (EPIs). O funcionário foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e pelo SAMU, mas infelizmente não resistiu.

Informamos que a construtora está prestando toda assistência necessária aos familiares.

Ferreira Costa

João Pessoa, 08 de janeiro de 2019

FONTE: PBHOJE

[related_post]