Assaltante rouba joalheria, faz idosa refém e é morto por PM na rua

7 dez 2018

Um assaltante foi morto após roubar a joalheria Barra Joias e fazer uma idosa refém na manhã desta quarta-feira (5) no Centro de Valença, que fica a 160 km do Rio de Janeiro.

Segundo a Polícia Civil, ele teria assaltado o estabelecimento e fugido em direção ao Mercado Municipal. A polícia foi acionada e houve troca de tiros.

De acordo a Polícia Militar (PM), o acusado fez menção de atirar nos policiais e ‘em ato de defesa, os policiais efetuaram o disparo contra ele’.

Ainda segundo a PM, a idosa foi identificada como Tereza de Jesus Ferreira Sacramento e tem 83 anos. Ela recebeu atendimento médico e deve prestar depoimentos nos próximos dias na 91ª Delegacia de Polícia (Valença).

Testemunhas informaram que o homem anunciou o assalto e enquanto colocava as joias na mochila, a dona do estabelecimento saiu e acionou a polícia. Ao sair do estabelecimento, uma viatura passou e começou a perseguição. A idosa andava pela rua, quando foi feita refém.

Moradores que presenciaram a ação, gravaram vídeos e enviaram para o WhatsApp da TV Rio Sul. Nas imagens é possível ver o assaltante armado, segurando a vítima, enquanto um policial apontava a arma em direção a ele. No final, dá para visualizar o tiro e a idosa é solta, após ele ser atingido pelo disparo.
Número de homicídios caiu no município

Segundo dados do Instituto de Segurança Pública (ISP), o número de homicídios caiu pela metade no município, em relação ao ano passado. Em 2017, foram registrados seis homicídios dolosos, contra três registrados em 2018.

Porém, o número de roubo a estabelecimentos comerciais aumentou na cidade. Em 2017, apenas um assalto foi registrado, contra quatro deste ano. As informações são refentes ao período de janeiro a outubro.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Valença tem 76 mil 163 habitantes.

POLEMICAPB

[related_post]